NÃO LAVE AS SUAS REDES


INTRODUÇÃO
Há momentos em nossa vida que pensamos em desistir daquilo que antes propomos a fazer para Deus, mas, devido às dificuldades e os obstáculos que surgem no meio do caminho, queremos logo mudar os planos. Mas saiba que Deus não desistiu. Os obstáculos servem justamente para perseverar a nossa fé, e Deus nos convida a pararmos e aprendermos com Ele através das suas estratégias.


I - A VIDA É FEITA DE DESAFIOS
Em toda a história da humanidade vemos que o homem, por si só, buscou a descoberta de várias coisas. Muitos homens morreram tentando descobrir alguma coisa. Eles tinham um alvo a ser alcançado, não desistiam nunca. Hoje, no mundo atual, vivemos em função de muitas descobertas que só vieram a facilitar a vida do homem. Mas que lição podemos tirar disso?
O próprio Senhor Jesus nos ensina no livro de Mateus cap 7:7-8 a lição da perseverança. Ele afirma que ela deve fazer parte da vida do servo de Deus. Mas como aplicar essa perseverança no dia a dia daquele que tem se lançado, mas não tem visto resultados positivos nos seus feitos? É aí que precisamos das novas estratégias. Muitas vezes nos achamos tão profissionais naquilo que fazemos, que quando não vemos acontecer o que esperávamos, esmorecemos. Aqueles discípulos estavam lavando as suas redes, significando que estavam se rendendo, desistindo de encontrar aquilo que tinham proposto no coração de achar. Olhando assim, podemos ver que nada difere dos desafios que temos vivido no dia a dia de nossa vida.


II - DEUS NOS OFERECE DESAFIOS MAIORES
Há muitos instantes que precisamos parar e aprender com Deus. É isso mesmo! Aprender com Deus! Mesmo depois de grandes, precisamos nos afastar um pouco do nosso lugar comum e avançar para um lugar mais profundo. No v.3, Jesus pediu que os discípulos afastassem um pouco do lugar em que eles tinham mais intimidade: o mar e a terra, para que ouvissem novos ensinamentos. Mas como explicar pescadores profissionais recebendo treinamento de pesca? É justamente o que Deus faz com o homem, para mostrar a ele, e não deixá-lo esquecer sua dependência de Deus, seja na sua vida familiar, no seu ministério, no seu trabalho, no meio da seara.


III - INDO MAIS ALÉM SOB A DIREÇÃO DE DEUS
Depois que Jesus ensinou, deu desafios maiores. Encorajou aos discípulos a irem em direção de um lugar mais perigoso. Deus, pelo seu poder, poderia levar os peixes para dentro da rede dos discípulos sem que eles pescassem, mas o curso natural da vida com Deus é crescermos com Ele.
A tática de Deus com os discípulos ali no mar, e também conosco hoje é:
a) Trabalhar um pouco mais: Deus estava encorajando aqueles homens a não lavarem as suas redes, a não desistirem diante dos obstáculos;
b) Precisava tentar novamente: A vida é feita de tentativas. Aqueles discípulos precisavam lançar novamente a rede, mas não na sua direção, agora sob a direção de Deus, debaixo da Palavra de Deus;
c) Deveriam arriscar mais uma vez: A nossa vida quando é colocada no campo missionário, ela é feita de riscos. Em todo lugar existem possibilidades de acertar ou de errar, mas o que precisamos é nunca desistir.
Os discípulos tinham ali, naquele momento, os elementos principais para uma excelente pescaria: a presença de Deus, a Palavra e a fé. Esse era o caminho do milagre para a pesca milagrosa.


IV - O QUE VOCÊ TEM FEITO COM AS SUAS REDES?
Em João 15:16, vemos Jesus dando as últimas instruções aos seus discípulos, orientando a darem frutos, para que assim fossem vistos como discípulos de Jesus. Portanto, lavar as redes, pensar em desistir, olhar para trás, deixar de acreditar no seu chamado, esquecer as promessas de Deus, e até mesmo deixar o Ide de lado, não faz parte dos planos de Deus para mim e para a sua vida. Aceitar andar como o Filho andou nos faz verdadeiros discípulos, segundo João 2:6, portanto, “que haja em nós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus” (Fp 2:5), como o sentimento de “nunca desistir, sempre avançar, sempre acreditar" que “em Deus faremos proezas” (Sl 60:12), pois é Ele mesmo que nos dará a pesca maravilhosa.


CONCLUSÃO
A Igreja de Jesus Cristo tem um grande desafio de levar luz aos que estão nas trevas, mas para isso precisamos estar debaixo das estratégias de Deus. É Ele mesmo quem nos ensinará a trabalhar, ainda que pensemos que já sabemos tudo, Ele nos mostrará que existem caminhos que nós ainda não trilhamos, e são justamente esses caminhos que farão a diferença em muitos aspectos de nosso ministério, de nossa vida, de nosso chamado, e até mesmo dos nossos “planos missionários”. Deus enviou seus profetas a Israel, enviou seu Filho ao mundo, enviou os apóstolos a pregarem, enviou o Espírito Santo à Igreja, e, hoje, nos envia ao mundo. Aceite os desafios de Deus, e não lave as suas redes! A paz do Senhor!

Autoria: Marlene Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário