"O POVO QUE ANDAVA EM TREVAS VIU UMA GRANDE LUZ..."


Há cerca de 700-680 a. C., Isaías teve o privilégio de profetizar o nascimento Daquele que traria luz para um mundo mergulhado em trevas, para um povo que caminhava no meio da escuridão cansado e marcado pelo pecado. Essa profecia se cumpriu quando Maria submetendo-se à voz do Espírito Santo, aceitou ser instrumento para o nascimento de Jesus.
Interessante é que, hoje, ano 2004, século XXI, Deus continua a nos convidar a sermos usados pela Sua vontade, sempre com o propósito de cumprir o plano de salvação para a humanidade.

Cristo quer nascer no coração dos homens, para orientá-los a andarem num caminho iluminado pela Sua verdade. Jesus quer ensinar aos homens o quanto eles são dependentes dos Seus ensinamentos. A luz do céu continua a brilhar. Aonde existir um submisso à vontade de Deus, a sua luz ali estará brilhando, a fim de desfazer as trevas deste mundo de iniqüidade.
"...para lhes abrires os olhos e das trevas os converteres à luz e do poder de Satanás a Deus, a fim de que recebam a remissão dos pecados e sorte entre os santificados pela fé em mim." (At 26:18)

Contudo, a Igreja de Jesus Cristo precisa entender que é a torre de transmissão da luz celestial que ilumina não só o caminho em que ela anda, mas, também, aos que próximos estiverem dela.


"Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas, no velador, e dá luz a todos que estão na casa." ( Mt 5:14-15)

Autoria: Marlene Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário