Filadélfia, a Igreja do arrebatamento


“E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre:

Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome.” Apocalipse 3: 7 e 8


"Porta aberta" ; Filadélfia ficava próximo a uma importante estrada que ligava a Europa à Ásia. Isso facilitava o comércio e a propagação do Evangelho.

"tendo pouca força" - Tudo aponta que eles eram crentes maduros. A fraqueza se relacionava ao tamanho da Igreja, não possuíam muito dinheiro, eram perseguidos, porque viviam e pregavam a verdadeira Palavra.


A Igreja em Filadélfia era:

A) Perseverante: Era uma Igreja que confiava no Senhor. Perseveravam na doutrina dos apóstolos. Não se intimidavam com a força do inimigo.

Observe: Salmo 146:3 / Salmo 27:3

B) Santa: Eles guardavam a Palavra. Podemos dizer que era uma Igreja que estava alicerçada sobre a Rocha, não eram apenas ouvintes, mas praticantes. Esse é o segredo da Igreja vitoriosa!

"Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti."
Salmo 119:11

C) Obediente: Sabiam que importava mais obedecer a Deus do que aos homens. Essa é a essência das Palavras de Jesus: Obediência e servidão.

"E sendo Ele consumado, veio a ser a causa de eterna salvação, para todos os que lhe obedecem." Hebreus 5:9

Filadélfia é a Igreja do arrebatamento. È a que obedece, vive as doutrinas dos apóstolos, busca a verdade e a santidade.

Por Marlene Mello


Nenhum comentário:

Postar um comentário