Na transfiguração, Elias e Moisés falaram realmente com Jesus?


Sim! Elias e Moisés realmente apareceram e falaram com Jesus. E (Jesus) transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele (Mt 17.2-3). Foi uma experiência de origem divina, uma revelação dada aos apóstolos sobre a glória do reino futuro que terá Jesus como seu Rei. Provavelmente, Moisés representava a autoridade da Lei, e Elias, os profetas.

A transfiguração não tem semelhança alguma com as sessões espíritas. Uma sessão espírita é caracterizada pelos seguintes fatores: 1) - três pessoas estão envolvidas: o consultante, o médium e o suposto espírito do morto; 2) - o médium é intermediário entre os vivos e os mortos; 3) - alguma mensagem é transmitida aos vivos.

A transfiguração teve um processo completamente diferente: 1) - não houve consulta, da parte dos apóstolos, aos mortos; 2) - Jesus foi transfigurado e estava em glória, isso implica sua manifestação divina. Como Deus, ele pode falar com seus servos, uma vez que para ele não estão mortos, mas vivem (Lc 20.38); 3) - Jesus não foi nenhum médium entre os vivos e os mortos, pois não houve nenhuma mensagem entregue aos apóstolos por parte de Moisés ou Elias; 4) - Moisés está para a Lei e Elias está para os profetas.


Fonte:

Livro "Céu e Inferno", Prof. João Flávio Martinez, Ed. CACP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário