Cinco qualidades do verdadeiro discípulo

Texto Bíblico: Luc 14.25-33. 

Introdução
Discípulo: É aquela pessoa que segue os ensinos de seu mestre; Jesus é o nosso Mestre por isso temos o dever de seguir seus ensinos. (1Pd 2.21) Porque para isso fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas.

Ele ama a Deus acima de todas as coisas: Deus tem que ser o tema central de nossa vida, pois tudo que somos procede Dele. (Rm 11. 36) Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a Ele. Jesus quando designou seus Discípulos para fazer a obra deu a eles muitas instruções, e uma delas foi amar a Deus acima de tudo. (Mt 10.37) Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. Na antiga aliança Deus já havia recomendado o seu povo por meio de Moises dizendo. (Dt 6.5) Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças. Quanto o Cristão ama ao Senhor acima de tudo ele da prioridade ao Reino de Deus. (Mt 6.33) Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Ele renuncia as suas próprias vontade: Para sermos verdadeiros Discípulos de Jesus muitas coisas em nossa vida têm que ser renunciadas. (Mt 16.24) Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me. Uns dos maiores problema hoje do Cristianismo é que as pessoas querem ser Discípulos de Jesus de qualquer jeito. (Hb 12.1.20) Deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, fitando os olhos em Jesus. Temos que ser consciente que agora não somos mais os mesmos, Paulo diz que somos nova criatura. (2 Cor 5.17) Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. Outrora nós fazíamos a vontade da nossa carne, porem agora temos que fazer a vontade do Senhor. (1Ts 4.3) Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação:

Ele tem um espírito humilde: É o sentimento que leva a pessoa a reconhecer suas próprias limitações; modéstia; ausência de orgulho. Jesus ensinou seus Discípulos dizendo em Mt 11.29 “Aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas”. O Apóstolo Pedro faz uma recomendação aos irmãos. (1Pd 5.5) “Cingi-vos todos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”. Jesus deu uma grande lição a seus discípulos acerca da humildade. (Mt 18.4) Portanto, quem se tornar humilde como esta criança, esse é o maior no reino dos céus. Muito perdem a bênção do Senhor porque não seguem os ensinos de Jesus, Salomão diz que somente os humildes serão honrados. (Pv 15. 33) O temor do Senhor é a instrução da sabedoria; e adiante da [honra] vai a humildade.

Ele é perseverante: Jesus ao convidar seus Discípulos para fazerem parte de sua comissão não prometeu a eles mar de rosa. (Mt 16.24) Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me. O escritor aos Hebreus exorta a persevera para alcançar a promessa. (Hb 10.36) Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. O Senhor deixa bem claro que a nossa luta é travada, mas temos que perseverar, pois ele não tem prazer naquele que não persevera. (Hb 10.38) Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Não podemos desanimar olhando para traz para as dificuldades da vida. (Lc 9.61) Jesus, porém, lhe respondeu: Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus. Só terão recompensa do Senhor aqueles que continuarem perseverando até o fim. (Mt 24.13) Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.

Ele ama seu próximo: Jesus ensinou muito bem seus Discípulos acerca desse mandamento. (João.13.35) Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros. O amor é uns dos frutos do Espírito que deve sempre frutificar na vida do Cristão. (Gl 5.22) Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. Independente de como as pessoas se relacionam com a gente, devemos amá-los, porque somos Discípulos de Jesus. (1 João 3.18) Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obras e em verdade. A Biblia não nos dá o direito de odiar nossos irmãos, mas sim de amá-los. (1João  4.7.8) Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor é de Deus; e todo o que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.

AMÉM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário