Barreiras à Evangelização

Jesus e seus apóstolos chamaram a todos nós, que conhecemos a Jesus Cristo, para a tArefa de alcançarmos as pessoas à nossa volta. Entretanto, se formos honestos, teremos que admitir que a grande maioria acha esse chamado muito difícil, se não quase impossível. Posto frente a frente com o desafio de tornar o Evangelho conhecido das pessoas de nossas famílias, locais de trabalho e vizinhança, muitos de nós nos sentimos impotentes, desanimados e vencidos. Pode ser que você não se sinta tão desanimado sobre evangelização, mas bem poucos crentes acham fácil ou cômoda a tArefa de compartilhar o Evangelho.
1ª Barreira: O muro da culpa
InfeliZmente, muitos crentes têm medo de evangelização e podem chegar até ao ato deliberado de faltar à Igreja quando este é o tema proposto do sermão. Por que isto ocorre? A triste verdade é que frequentemente a pregação e ensino a respeito da evangelização opera através da tentativa da indução de culpa.

2ª Barreira: Falta de confiança
Outro muro interior é nossa falta de confiança na nossa habilidade de apresentar o Evangelho de maneira clara, ou de responder aos desafios que as pessoas possam eventualmente apresentar contra a mensagem cristã. neste momento, lembre-se do apóstolo Paulo que, mesmo com muita resistência, não deixou de evangelizar.
Conhecer nossos próprios temores e fraquezas é o ponto de partida para todo crescimento, porque esse conhecimento nos leva a orar por nós mesmos e requer de nós reconhecer, perante os outros, que não somos de maneira alguma adequados para as tarefas para as quais Deus nos chamou.

3ª Barreira: Incerteza sobre o método evangelístico
Uma terceira barreira interior com a qual muitos de nós lutamos é a incerteza, confusão e, talvez, aversão a alguns métodos evangelísticos que nos são impostos e são comumente praticados. Existem muitos testemunhos de cristãos tímidos que tomaram coragem e receberam ousadia do Senhor para irem de porta em porta para anunciar as boas novas da salvação e obtiveram resultados maravilhosos. Existem vários métodos para se evangelizar. O importante é saber usar cada um com sabedoria e ousadia e, nunca esquecer que Jesus é o fundamento da evangelização e que toda glória é Dele.

4ª Barreira: Supercomprometimento
Podemos também sentir barreiras de ansiedade interior sobre assumir compromissos demais ou querendo evitar ter nossa privacidade e espaço pessoal invadido por estranhos que não desejamos realmente conhecer. Muitos de nós já está até o pescoço com tantas atividades da Igreja. O importante é nunca esquecer que a comissão principal de uma Igreja é semear a boa semente. Deve haver tempo para proclamar o Evangelho. É necessário avaliar as tantas atividades realizadas que lhe compromete a tarefa de levar a Palavra. Avalie seus compromissos. reduza-os, se for possível, mas NÃO deixe de "anunciar o evangelho a toda criatura".

Lembre-se: muitas barreiras são levantadas por nós mesmos e, 
por nós mesmos elas serão derrubadas!

Boa evangelização! 
Reúna os irmãos, prepare todo o material e IDE! 










Nenhum comentário:

Postar um comentário