Não saia do barco e nem largue os remos. Jesus está no controle.


 
"Logo em seguida, Jesus insistiu com os discípulos para que entrassem no barco e fossem adiante dele para Betsaida, enquanto ele despedia a multidão.
Tendo-a despedido, subiu a um monte para orar.
Ao anoitecer, o barco estava no meio do mar, e Jesus se achava sozinho em terra.
Ele viu os discípulos remando com dificuldade, porque o vento soprava contra eles. Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar; e estava já a ponto de passar por eles.
Quando o viram andando sobre o mar, pensaram que fosse um fantasma. Então gritaram,
pois todos o tinham visto e ficam aterrorizados. Mas Jesus imediatamente lhes disse: "Coragem! Sou eu! Não tenham medo! "
Então subiu no barco para junto deles, e o vento se acalmou; e eles ficaram atônitos,
pois não tinham entendido o milagre dos pães. Seus corações estavam endurecidos." Mc 6:45-52
 
Como esse texto é bem atual!!
Jesus ensinando os seus seguidores a crerem no Seu Nome. Mas, por que será que Deus permite "alguns ventos contrários" em nossa jornada cristã?
 
É justamente sobre isso que quero falar um pouco. Eu poderia escolher o Evangelho de Mateus ou até mesmo o de João para descrever esse episódio, pois lá estão mencionados. Mas é em Marcos que observo um detalhe que só ele mencionou, e que é de grande importância sobre o que Jesus pretendia com esse cenário.
Quando lemos Marcos 6:52 entendemos como aqueles homens que presenciaram a maravilhosa multiplicação dos pães e dos peixes estavam com seus corações endurecidos, ou seja, ainda não conheciam a Jesus como Ele era. Não entenderam o grande milagre que Jesus tinha realizado horas antes. Por essa razão, Jesus os ordenou que fossem para Betsaida. Será que Jesus, sendo homem e ao mesmo tempo sendo Deus, não sabia o que estava para acontecer no trajeto da viagem daquele barco. Claro que Ele sabia. Mas os discípulos precisavam aprender a confiar no poder do clamor, a depender de Deus em todo tempo e saber que Jesus era o próprio Deus encarnado que age soberanamente sobre todos, mesmo naqueles momentos em que parece que estamos sozinhos e que tudo está fora de controle.
 
No versículo 46, Jesus subiu ao monte para orar. Como essa expressão é preciosa para nós! Ali vemos como podemos descansar nos cuidados do Senhor. Ele sempre sabe o que está fazendo. Sabe como faz e nunca erra. Deus é soberano sobre a nossa vida!
E foi justamente isso que aconteceu naquele momento. Ele deu a ordem para que aqueles moços entrassem no barco e fossem na direção de Betsaida. E logo em seguida foi orar.
 
Ele mandou você fazer algo?  Está com medo?  Começou bem, mas de repente surgiram as perseguições, invejas, calúnias, humilhações....? Será que é da vontade de Deus eu prosseguir? E agora?
Jesus nos ensina que está pronto para nos socorrer nos momentos em que achamos que o barco vai virar. Quando não mais tivermos força para remar, mesmo pedindo ajuda ao nosso irmão, precisamos confiar que Ele está bem perto de nós. Então, o que podemos aprender deste texto?
 
a)Jesus não retira os seus olhos de nós:
 "Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e o seus ouvidos atentos ao seu clamor."  Salmos 34:15
 
b)O medo faz com que não vejamos Jesus perto de nós, mas Ele está e nos socorre o tempo certo:
"O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã." Salmos 30:5b
 
c) Ele quer nos ensinar a confiar em Seu poder:
 "Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia." Salmos 46:1
 
d)Os ventos contrários são pra aperfeiçoar o nosso caráter e nos dar experiências:
"E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência; e a paciência, a experiência; e a experiência, a esperança."
 
Quantos quilômetros de comprimentos tem a sua travessia com Deus eu não posso dizer. Sei que o mar da Galiléia tem entre 21 a 24 km de comprimento, mas não posso dizer quantos quilômetros tem o seu aprendizado com o Senhor. Mas uma coisa é certa. Não estamos sozinhos. Ele nos direciona e permanece conosco. Por essa razão que nos diz: "Coragem! Sou eu! Não tenham medo! "Mc 6:50b
 
Lembra do versículo que mencionei no início?
 
"pois não tinham entendido o milagre dos pães. Seus corações estavam endurecidos."Mc 6:52
 
É justamente isto. Vemos Jesus curar, libertar, salvar, restaurar, transformar, socorrer, mas quando o nosso barco balança por causa de um novo vento que surge, esquecemos do poder de Deus e nos tornamos incrédulos. Os discípulos andavam com Jesus, comiam com Ele, passavam horas presenciando maravilhas, mas nada disso os tornou convictos de quem era Jesus.
 
Será que estamos dessa maneira?
 
Portanto, amados irmãos, Jesus é o nosso melhor amigo. Ele está conosco até a consumação do séculos, ainda que pareça que estamos sozinhos. Creia que Ele vai lhe socorrer.    NÃO LARGUE OS REMOS E NEM SAIA DO BARCO.
 
"Clame a mim e eu responderei e lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece." Jr 33:3
 
Deus lhe abençoe.
 
Autora: Marlene Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário