Pular para o conteúdo principal

O “MAS” DO SENHOR É SEMPRE MELHOR




Ao homem pertencem os planos do coração, MAS do Senhor vem a resposta da língua.
Há caminho que parece reto ao homem, MAS no final conduz à morte.
A sorte é lançada no colo, MAS a decisão vem do Senhor.”  
 Pv 16:1, 25 e 33
O sábio Salomão deixa registrado como funcionam os sentimentos humanos. O homem sempre teve sua própria vontade de decisão, mas, por causa do pecado, Deus nos ensina a buscarmos N’Ele a melhor direção. Seja em que área de nossa vida for, Deus sempre sabe fazer a melhor escolha. Por essa razão, aprendemos nestes versículos como é perigoso tomarmos decisões precipitadas.
Em Pv 16:1 vemos que o homem faz o seu próprio planejamento de vida, “prepara” o seu próprio futuro. Mas como Salomão mesmo diz, é Deus que traz o melhor planejamento. Então como é isso, somos um robô, não podemos escolher o que queremos ou não temos direito de decidir nada em nossa vida?

Deus deu ao homem, mesmo no período de sua inocência (ver Gn 1 ao 3) o poder de escolha. Quando Ele disse para o casal não comer da árvore do conhecimento do bem e do mal, Ele estava dando o conselho da melhor escolha que era(e é) obedecer à vontade de Deus. E quando nos deparamos com a desobediência de Eva podemos ver claramente como o homem sempre decidiu por conta própria mesmo sabendo das ruins consequências.
Mas, então, o que exatamente Salomão diz? Ele apresenta a melhor direção, melhor escolha e melhor atitude para tomarmos. Isso não invalida o poder de decisão do ser humano, mas o torna dependente de Deus, declarando com isso a sua necessidade de viver em obediência e de acreditar que é Deus o conhecer do futuro.
Quando chegamos em Pv 16:25, nos deparamos com a certeza de que muitas escolhas que fazemos são erradas, visto que aparentemente nos parece perfeita. Nós não temos o poder de ver além da nossa decisão. Só Deus enxerga o futuro de nossas escolhas. E é isso que nos torna dependente de Sua Graça.
 
Pv 16:33 vai mais além, pois mostra claramente como “acreditamos” que iremos conseguir carregar o resultado de nossas decisões. “Lançar a sorte no regaço(colo)” é arriscarmos e acharmos que iremos “segurar” com facilidade o que decidirmos em nossa vida. Tremenda ilusão!! É Deus que decide o melhor. Não podemos nos arriscar, visto que temos Deus para nos orientar e nos livrar de perigosas consequências.
A melhor decisão do homem é “Confiar ao Senhor as tuas obras”, pois, fazendo assim, “teus pensamentos serão estabelecidos.” E é exatamente isso que Salomão fala em Pv 16:3
Portanto, lançar sobre Deus a ansiedade é livrar-se de perigos, pois “Ele tem cuidado de nós” (1 Pe 5:7)

Provérbios são palavras de grande sabedoria que Salomão nos deixou para vivermos uma vida terrena sem muito pesar. Portanto deixemos que essa sabedoria nos conduza e nos ensine em todo o tempo, pois, agindo assim, nos livraremos de caminhos de morte, pois assim a humanidade começou pela desobediência e não queremos repetir o erro.

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento;
reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas.
Não seja sábio aos seus próprios olhos; tema ao Senhor e evite o mal.” Pv 3:5-7


Deus vos abençoe.

Autora:  Marlene Mello

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que significa "Afasta de mim esse cálice"?

“E adiantando-se um pouco, prostrou-se com o rosto em terra e orou, dizendo: Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres” (Mt 26:39)
 Uma notável discussão surge com relação ao verdadeiro significado do “cálice” citado por Jesus em Mt 26:39-42; Mc 14:36 e Lc 22:42.
 Essa discussão envolve: 1. A afirmação de que este cálice seria o medo de Cristo frente ao martírio que viria a acontecer; 2. A afirmação de que este cálice seria o medo de Cristo frente ao desconhecido que estaria por vir; 3. A afirmação de que este cálice seria o horror e a angústia que Cristo sentia diante do fato de saber que estaria sendo levado frente ao julgamento Divino.
 Com isso estabelece-se a discussão, e por isso se faz necessário analisar cada uma das afirmações citadas na busca pela compreensão do real significado do texto bíblico.
1. Medo frente ao martírio que viria a acontecer.
 Será que Cristo tinha medo de morrer?
 Ora, por diversas vez…

Salmos 90:12

"Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos coração sábio." A cada dia estamos ficando velhos. Partes do nosso corpo já funcionam de maneira diferente ao que funcionavam há alguns anos atrás. Não fique triste por isso. Alegre-se, pois isso está ensinando que a vida terrena não é eterna, pois o melhor já está preparado para possuirmos: um novo corpo glorificado. Quando contamos os nossos dias, valorizamos cada instante proporcionado por Deus. Aprendemos a viver bem aqui, para, assim, conhecermos a verdadeira vida prometida por Deus. Contar os nossos dias é saber que "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus", é poder dizer "tudo posso naquele que me fortalece", é dizer ao Pai: "seja feita a Sua vontade", é "entregar o caminho ao Senhor, confiar Nele, sabendo que tudo que necessito será acrescentado". Estas são as maravilhas de Deus para os seus filhos. É Ele mesmo que nos convida a contarmos cada …
A profecia bíblica não serve para satisfazer a pura curiosidade nem para especulações malucas ou para “revelações” particulares. Pelo contrário, ela nos fará praticantes da Palavra, cristãos com Jesus no centro de suas vidas, que vivem e agem de acordo com essa realidade. O próprio Senhor nos exorta a analisar o tempo em que vivemos à luz da profecia bíblica. Profecia hoje: sinais dos tempos Quando os fariseus e saduceus tentaram o Senhor Jesus pedindo-Lhe que mostrasse um sinal do céu, Ele lhes respondeu: “Chegada a tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está avermelhado; e, pela manhã: Hoje, haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Sabeis, na verdade, discernir o aspecto do céu e não podeis discernir os sinais dos tempos?” (Mt 16.2-3). Os religiosos daquela época não perceberam que o maior sinal de todos os tempos encontrava-se, em carne e sangue, bem à sua frente, e este era o Salvador Prometido. E hoje, diant…