Pular para o conteúdo principal

A UNÇÃO QUE VEM DE DEUS

Em muitos momentos da nossa vida esquecemos que Deus nos deu tudo que precisamos, e, por isso, nos portamos de maneira como se não houvesse mais esperança. Mas, a verdade é que Deus já nos revestiu com toda a capacitação para vencermos as tribulações e adversidades que surgem no nosso dia a dia.
 Em Êxodo 30:22-25 observamos algo muito interessante:
"Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
Tu, pois, toma para ti das principais especiarias, da mais pura mirra quinhentos siclos, e de canela aromática a metade, a saber, duzentos e cinqüenta siclos, e de cálamo aromático duzentos e cinqüenta siclos, e de cássia quinhentos siclos, segundo o siclo do santuário, e de azeite de oliveiras um him. E disto farás o azeite da santa unção, o perfume composto segundo a obra do perfumista: este será o azeite da santa unção.”
Observe que o primeiro perfumista a serviço de Deus foi Moisés. Mas esse perfume não era um perfume qualquer. Era a receita do verdadeiro aroma que tinha que existir em tudo que era sagrado diante de Deus. Como Deus é precioso nas suas escolhas. Ele sabe que o que é Dele tem que ser agradável aos Seus olhos. Moisés faz o primeiro azeite de unção. Mas não era um azeite qualquer. Era o azeite que faria a diferença entre o santo e o profano.
Quando contextualizamos a figura desse azeite para a Igreja, aprendemos que Deus nos deu o Seu Espírito como fortaleza nos dias maus e como separação diante Dele e diante do mundo.
Talvez você não compreenda o que o Espírito Santo representa para você. Mas baseando-me nas especiarias que Moisés fez o azeite, aprendo que o Espírito santo é tudo para mim. Basta analisarmos a função de cada uma dessas especiarias para que possamos entender perfeitamente o que Deus preparou para nós.
Prepare o seu coração para entender como é tão precioso o que Deus nos deu.
As especiarias de Êxodo 30:22-25 e suas funções:
MIRRA: A Mirra é uma grande curadora de feridas, especialmente quando afeta a boca e as mucosas. O soberano Jesus na Cruz rejeitou vinho com MIRRA, oferecido para aliviar as dores – Marcos 15.23. A raiz hebraica da palavra MIRRA significa Fluir. Óleo de ação antisséptica, para feridas que insistem em ficarem abertas.
CANELA:  Simboliza firmeza.
CÁLAMO:  Erva cicatrizante - Unguento para curar cortes e feridas. Este elemento tem a função de sarar as feridas do relacionamento; marcas que ficam na pessoa precisam ser cicatrizadas. Feridas no casamento. Feridas na comunhão com Deus.
CÁSSIA:  Limpa e perfuma ao mesmo tempo - Tem a propriedade de limpeza e purificação como o álcool.
AZEITE DE OLIVA - Óleo da oliveira - Simboliza prosperidade - Considerada uma árvore valiosa por causa do óleo. Juntamente com a vinha era a maior fonte de riqueza da nação de Israel.


Que o Espírito Santo possa a cada dia nos renovar, fortalecer, sustentar, consolar e nos guardar até aquele grande dia.

Deus vos abençoe.
 Autora: Marlene Mello

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que significa "Afasta de mim esse cálice"?

“E adiantando-se um pouco, prostrou-se com o rosto em terra e orou, dizendo: Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres” (Mt 26:39)
 Uma notável discussão surge com relação ao verdadeiro significado do “cálice” citado por Jesus em Mt 26:39-42; Mc 14:36 e Lc 22:42.
 Essa discussão envolve: 1. A afirmação de que este cálice seria o medo de Cristo frente ao martírio que viria a acontecer; 2. A afirmação de que este cálice seria o medo de Cristo frente ao desconhecido que estaria por vir; 3. A afirmação de que este cálice seria o horror e a angústia que Cristo sentia diante do fato de saber que estaria sendo levado frente ao julgamento Divino.
 Com isso estabelece-se a discussão, e por isso se faz necessário analisar cada uma das afirmações citadas na busca pela compreensão do real significado do texto bíblico.
1. Medo frente ao martírio que viria a acontecer.
 Será que Cristo tinha medo de morrer?
 Ora, por diversas vez…

Salmos 90:12

"Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos coração sábio." A cada dia estamos ficando velhos. Partes do nosso corpo já funcionam de maneira diferente ao que funcionavam há alguns anos atrás. Não fique triste por isso. Alegre-se, pois isso está ensinando que a vida terrena não é eterna, pois o melhor já está preparado para possuirmos: um novo corpo glorificado. Quando contamos os nossos dias, valorizamos cada instante proporcionado por Deus. Aprendemos a viver bem aqui, para, assim, conhecermos a verdadeira vida prometida por Deus. Contar os nossos dias é saber que "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus", é poder dizer "tudo posso naquele que me fortalece", é dizer ao Pai: "seja feita a Sua vontade", é "entregar o caminho ao Senhor, confiar Nele, sabendo que tudo que necessito será acrescentado". Estas são as maravilhas de Deus para os seus filhos. É Ele mesmo que nos convida a contarmos cada …
A profecia bíblica não serve para satisfazer a pura curiosidade nem para especulações malucas ou para “revelações” particulares. Pelo contrário, ela nos fará praticantes da Palavra, cristãos com Jesus no centro de suas vidas, que vivem e agem de acordo com essa realidade. O próprio Senhor nos exorta a analisar o tempo em que vivemos à luz da profecia bíblica. Profecia hoje: sinais dos tempos Quando os fariseus e saduceus tentaram o Senhor Jesus pedindo-Lhe que mostrasse um sinal do céu, Ele lhes respondeu: “Chegada a tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está avermelhado; e, pela manhã: Hoje, haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Sabeis, na verdade, discernir o aspecto do céu e não podeis discernir os sinais dos tempos?” (Mt 16.2-3). Os religiosos daquela época não perceberam que o maior sinal de todos os tempos encontrava-se, em carne e sangue, bem à sua frente, e este era o Salvador Prometido. E hoje, diant…