Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 22, 2010

ACORDA !

OS SINAIS ESTÃO SE CUMPRINDO A CADA DIA. MESMO OS QUE SÃO CEGOS FISICAMENTE, CONSEGUEM OUVIR OS SINAIS ATRAVÉS DOS COMENTÁRIOS FEITOS EM TODA PARTE. E NÓS QUE VEMOS E OUVIMOS E QUE CONHECEMOS A PALAVRA DE DEUS, O QUE ESTAMOS FAZENDO?

ROMANOS 13:11: " E digo isto a vós outros que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos."

Ainda há esperança !

OS HAITINIANOS ACAMPADOS
Quando olhamos todas essas pessoas sem uma casa, sem uma cama e até mesmo sem esperança, podemos entender que, ainda que tudo isso esteja acontecendo no Haiti, o nosso Deus não retirou os seus olhos de sobre eles.
Eles podem estar, no momento, sem uma estrutura material para dar um novo pontapé em suas vidas, mas dentro de cada um existe a fé que, se voltada para o Nosso Senhor Jesus Cristo, trará conforto, paz, esperança e vida.
A ajuda das nações é algo importantíssimo nessa hora tão emergencial, mas o que cada haitiniano precisa entender é que o maior socorro vem do Senhor, conforme está escrito no Livro de Salmos 121:1-2: " Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra.”
E mais maravilhoso ainda é saber que existe uma morada celestial para cada um de nós, um lugar onde não existe dor, tristeza, lágrimas e morte. É esse lugar que Jesus foi preparar pra nós, conforme diz no Evangelho de João…

Nasceu Israel no Haiti

Entre os "milagres" que ainda acontecem no Haiti - entenda-se por milagres o resgate de sobreviventes 5 dias após o sismo - a unidade de resgate vinda de Israel continua a labutar arduamente, uma mulher deu à luz um rapaz na madrugada de Domingo no hospital de campo que Israel montou no passado Sábado.
A mãe, Jubilande Jean Michel, prontamente decidiu chamar o novo filho de "Israel".

Equipes de resgate israelitas conseguiram também resgatar um funcionário da alfândega que estava soterrado há 5 dias debaixo dos escombros do edifício da alfândega, tendo-o enviado para o hospital para ser tratado.
Baseados na sua experiência, responsáveis israelitas no local acreditam ser ainda possível ao fim de 5 ou 6 dias encontrar sobreviventes, mas dificilmente depois desse prazo. Equipes de resgate de várias partes do mundo estão agora a fazer um esforço do "tudo ou nada" para encontrar mais alguém vivo.
Desde que foi instalado no passado sábado, o hospital israelita já t…